terça-feira, 17 de abril de 2012

Abandono


Não deixes que a onda do mar destrua
Tudo aquilo que fomos juntos
E que os nossos momentos
Seja apenas uma recordação do passado!

Muito te amei e grito bem alto
Esta paixão para que todos ouçam...
Agora... Que me abandonas!

É que a afeição só avalia a sua profundidade
Na hora da partida...
No meu desesperar o meu coração sangra... 

O vento te leva para longe... Além Mar...
E a brisa em suaves murmúrios toca a minha alma 
com suas lamentações de dor e amor magoado!

Sem comentários:

Enviar um comentário